sábado, 2 de novembro de 2013

Avicultura alternativa ganha incentivos para se desenvolver na Paraíba

http://www.ahoradoovo.com.br/arquivos/img/2013/3/292_678_conteudo_g.jpg
Paraibanos do Cariri recebem pintinhos para iniciar avicultura








Agricultores paraibanos que resolveram se dedicar à avicultura alternativa ganharam
o apoio do Governo do Estado da Paraíba que, por intermédio da Emater, está 
oferecendo condições técnicas para o desenvolvimento da atividade. São 21 famílias
de agricultores familiares no município de Serra Branca (PB) - localizada na região do 
Cariri Ocidental - que integram o Programa Brasil Sem Miséria e que já receberam no 
final de fevereiro 1.100 pintinhos para dar início ao negócio familiar.
Ao todo, 52 famílias de Serra Branca já receberam o benefício do programa criado pelo
governo federal. Vinte e oito desse total resolveram se dedicar à avicultura alternativa,
sendo que sete famílias já adquiriram as aves diretamente dos fornecedores, o que,
segundo Josemberg Batista Gomes, gerente do escritório da Emater local, torna mais 
fácil o acesso ao produto, diminuindo os preços e, consequentemente, as despesas
do produtor.
Segundo informações da Secretaria de Comunicação do Governo da Paraíba – Secom-PB,
“esse tipo de criação de galinha caipira não tem a pretensão de competir com a
avicultura industrial, mas sim preencher um nicho de mercado com produtos
originados de um sistema alternativo de produção”. Dessa forma – especifica
a Secom-PB – o avicultor alternativo tem uma renda, torna-se dono de seu negócio
e, ainda, pode atender os consumidores que preferem alimentação natural.
Segundo dados de 2012, a Paraíba produz, anualmente, cerca de 105 mil aves no
sistema alternativo e 15 milhões no sistema industrial. São pouco mais de 110
toneladas de aves em sistema alternativo, volume que coloca o Estado em primeiro
lugar no ranking nordestino de produção de aves de corte e postura nessa categoria.
Informações do Sebrae e da Emater paraibanos demonstram que a avicultura
alternativa é um dos segmentos do setor produtivo que mais crescem na Paraíba.
Em todo o Estado, há cerca de 1,2 mil produtores nesse setor, sendo 26 associações,
oito grupos em formação e uma cooperativa que atuam na área. 
(com informações da Avifran, Secretaria de Comunicação do Governo da Paraíba, Sebrae e Emater Paraíba)

0 comentários:

Postar um comentário