quinta-feira, 31 de outubro de 2013

RÁDIO: Agricultura urbana: mais uma opção para produção de alimentos

Um trabalho com agricultura urbana vem sendo desenvolvido pelo pesquisador Alberto Feiden, da Embrapa Pantanal (Corumbá – MS) desde 2006 para atender às solicitações de um grupo de 30 horticultores de Corumbá, responsáveis pelo abastecimento de boa parte da produção de hortaliças folhosas para o mercado local. Durante o Prosa Rural, o pesquisador aborda a utilização de espaços urbanos para a produção agroecológica e apresenta os conceitos básicos que envolvem a agricultura urbana.
Segundo Feiden, a expressão é utilizada para se referir a cultivos de espécies vegetais de interesse em áreas localizadas dentro da cidade, com fins de consumo próprio ou para venda em mercados e feiras locais. A diversidade de culturas e o fato das áreas potencialmente produtivas encontradas em cidades estarem situadas em espaços fortemente modificados pelo homem são fatores que podem gerar problemas quanto ao uso de tecnologias. Assim, a adoção de um modelo de produção agroecológico é o mais indicado para a prática da agricultura urbana.
“No programa vamos enfatizar o uso da agroecologia como a base tecnológica para a agricultura urbana, em que a reciclagem de nutrientes é a principal prioridade. Desta forma, o processo da Embrapa Pantanal propõe a utilização de consórcios, rotações, diversificação de cultivos, busca de auto-suficiência em nitrogênio por meio da fixação biológica e uso de leguminosas; a integração entre produção animal e vegetal e adubação alternativa com a reciclagem de resíduos orgânicos disponíveis com a produção de composto orgânico, por exemplo; entre outras práticas. Além disso, vamos mostrar o potencial dos produtos da agricultura urbana para o atendimento da população local e os cuidados necessários para se produzir alimentos de qualidade,” acrescenta o pesquisador.
O Prosa Rural traz ainda o depoimento do produtor Keis Pinheiro Sales que trabalha com agricultura urbana há dezoito anos, produzindo e vendendo hortaliças em Corumbá e, em novembro de 2006 resolveu adotar a agricultura urbana agroecológica. E traz ainda a receita de e um peixe à urucum.

0 comentários:

Postar um comentário