sexta-feira, 6 de dezembro de 2013

RÁDIO: Agricultura de Base ecológica

A Fazendinha Agroecológica comprova que é possível uma agricultura sustentável O Sistema Integrado de Pesquisa em Produção Agroecológica (SIPA), mais conhecido como Fazendinha Agroecológica Km 47, foi criado em 1993 através de parceria entre a Embrapa, a Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro e a Pesagro – Rio.
Trata-se de uma área de aproximadamente 60 hectares, situada na Baixada Fluminense, onde são realizadas pesquisas de campo em agroecologia, dentro de um sistema multidiversificado, sem o uso de agroquímicos sintéticos (agrotóxicos, por exemplo), enfatizando a integração lavoura-pecuária.
Em quase vinte anos de projeto, foi possível transformar inteiramente a paisagem. O que antes, era puro capim colonião, hoje existem mais de 50 espécies de plantas cultivadas, incluindo frutíferas variadas, hortaliças, cereais e forrageiros. Ao sistema, são adequadas leguminosas e gramíneas para a adubação verde e cobertura do solo empregadas em sucessão e/ou consórcios. Compondo a paisagem, encontram-se fragmentos preservados da Mata Atlântica, uma área de agrofloresta, além de um horto botânico com inúmeras espécies introduzidas.
O projeto Fazendinha , segundo a equipe técnica coordenadora, representa um espaço destinado a pesquisas dentro de uma ótica que considera o agrossistema como um todo e não apenas direcionado a práticas ou tecnologias isoladas. Dessa forma, permite aos diferentes grupos envolvidos – professores, pesquisadores, estudantes, técnicos e produtores rurais – ensinar e aprender fazendo.
Categories: ,

0 comentários:

Postar um comentário